Mário Moura

JG Ballard (1930-2009)

In Coisas Tristes on Abril 19, 2009 at 11:51 pm

 

Foram raros os livros dele que li até ao fim – não sei exactamente porquê –, mas mesmo os que não terminei estão entre os meus favoritos de sempre – já os li várias vezes até meio: Concrete Island, uma versão urbana de Robinson Crusoe, onde um homem fica preso num descampado entre acessos a uma auto-estrada; High-Rise, sobre um condomínio que resvala até se tornar numa sociedade tribal. Tudo o que li de Ballard é perfeito.

  1. estas 5 linhas são uma delícia. grande abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: