Mário Moura

The Wire

In Crítica on Novembro 28, 2008 at 12:28 am

estrelas-5

Esta semana vi, finalmente, a última das cinco temporadas de The Wire, uma das minhas séries de televisão favoritas. Em cinco anos, David Simon construiu, com a ajuda de argumentistas como Dennis Lehane (Mystic River), Richard Price ou George Pelecanos, uma narrativa sobre uma cidade inteira, uma versão mais ou menos ficcional de Baltimore, começando pelos seus polícias e traficantes, passando pelas suas indústrias em decadência, pelas dificuldades do sistema de ensino, pela corrupção, burocracia e incompetência dos seus políticos e pelo declínio da sua imprensa. Pelo meio, criaram-se personagens memoráveis como Bubbles, o viciado em crack, Omar, o assaltante que só roubava traficantes, Marlo, um gangster verdadeiramente assustador, Chris e Snoop, um par de assassinos, Bunk, Prez, McNulty, os Gregos – enfim,  todos menos o Brother Mouzon (se virem a série vão perceber porquê).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: